Empresa de transporte coletivo ainda não se pronunciou sobre denúncia de vereador

Segundo Walter Geraldo, a Pássaro Branco da Prefeitura Municipal, nos últimos quatro anos, mais de R$ 10 milhões através do programa Passe Livre

por Gabriela Pires Foto: Arquivo
13/04/2018 - 11h54

Patos Já - Patos Já - Empresa de transporte coletivo ainda não se pronunciou sobre denúncia de vereador

A empresa responsável pelo transporte coletivo urbano da cidade de Patos de Minas, Pássaro Branco, recebeu da Prefeitura Municipal, nos últimos quatro anos, mais de R$ 10 milhões através do programa Passe Livre. A denúncia foi apresentada pelo vereador Walter Geraldo, o Waltinho da Civil, durante pronunciamento na tribuna livre, durante reunião da Câmara Municipal, realizada nessa quinta-feira (12). Segundo ele, os pagamentos serão investigados.

O parlamentar afirma que houve um descaso com o dinheiro público e disse que irá apresentar um projeto de lei para corrigir falhas no projeto que autorizou o programa Passe Livre. Walter não deixou claro que as dúvidas envolvam apenas o passe livre para estudantes de Patos de Minas, pois o programa também engloba os aposentados.

Conforme dados apresentados por Waltinho, no ano de 2014, a Pássaro Branco teria recebido algo em torno de R$1.438.321,95 da Prefeitura. Em 2015, o valor chegou a R$ 2.420.000,00. Em 2016, foram R$ 3.060.996,60 e em 2017, R$ 3.718.000. Para 2018, a estimativa é de que o valor se aproxime a R$ 4 milhões, superando assim, os valores dos anos anteriores.

A reportagem do Portal Patos Já, tentou contato com a direção da empresa Pássaro Branco via telefone, mas até o fechamento desta edição, não conseguiu uma resposta sobre a denúncia feita ontem, no legislativo patense. 

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG