Justiça obriga prefeitura a criar vagas para bebes prematuros em UTI Neonatal

Após a determinação judicial, os cinco bebes foram levados para o Hospital São Lucas

por Odair Cardoso.
03/12/2018 - 19h04

Patos Já - Patos Já - Justiça obriga prefeitura a criar vagas para bebes prematuros em UTI Neonatal

Um alívio para os familiares das cinco crianças prematuras que nasceram no Hospital Regional Antônio Dias, mas que se depararam com o dilema da falta de vagas em UTI Neonatal. O caso foi parar no Ministério Público que conseguiu junto ao Juiz plantonista no fim de semana, obrigar a prefeitura de Patos de Minas a resolver a situação.

Nesta segunda-feira (03) durante entrevista para a NTV, o Promotor de Justiça, Jaques Souto, disse que a ação teve início com o médico que fez os partos acionando o Ministério Público, após não conseguir vagas para as cinco crianças no Hospital Regional e São Lucas. Com o ajuizamento do caso, no fim de semana, foi dada liminar determinando o cumprimento em 6 horas de prazo, sob pena de multa R$10 mil por hora de atraso.

Ainda segundo o Promotor, a secretaria municipal de saúde conseguiu conseguiu cumprir a determinação do Poder Judiciário com encubadoras emprestadas junto à outros hospitais, que foram levadas para a UTI neonatal do Hospital São Lucas, onde os prematuros seguem internados. 


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG