Patos Já - Notícias de Patos de Minas e Região em Tempo Real


Disputa eleitoral ao Governo de Minas se acirra com pré-candidaturas e desistência

Um dia após o prazo final das convenções, Rodrigo Pacheco desistiu de disputar vaga ao executivo mineiro

Por Odair Cardoso. | 06/08/2018 às 11h30

Disputa eleitoral ao Governo de Minas se acirra com pré-candidaturas e desistência

A corrida eleitoral 2018 ao Governo de Minas Gerais, já tem seis nomes confirmados. Até o início da manhã desta segunda-feira (06), eram sete, mas Rodrigo Pacheco do DEM, retirou a candidatura e deve se candidatar ao Senado. Os últimos dias foram bastante movimentados nos bastidores, com as convenções e acertos para definir os concorrentes na disputa da política estadual.   

Após uma verdadeira maratona de convenções partidárias, que por determinação da lei eleitoral tiveram como último dia esse domingo (5), as diversas siglas definiram quem são os candidatos que devem concorrer ao cargo maior do executivo mineiro. São eles: Antônio Anastasia do PSDB, Dirlene Marques do Psol, Fernando Pimentel do PT, João Mares Guia da Rede, Marcio Lacerda do PSB, e Romeu Zema, do Novo.

Mas poderemos ter mudanças ainda esta semana. Além de Rodrigo Pacheco que retirou seu nome da disputa e deve apoiar o PSDB, se lançando a vaga de Senador, a situação de Marcio Lacerda também tem grau de indefinição. Depois de ter recorrido a Justiça para se candidatar, o PSB, publicou nota dizendo não reconhecer a sua candidatura.

Segundo o TRE, o prazo final para o registro das candidaturas é 15 de agosto.

Compartilhe através do WhatsApp


  • Nossa FM
  • NTV
  • Instagram Nossa FM