Patos Já - Notícias de Patos de Minas e Região em Tempo Real


Terceiro LIRAa de 2018 em Patos de Minas aponta baixo risco de infestação

Os bairros Centro, Alto Caiçaras e Sebastião Amorim apresentaram maior número de focos do mosquito Aedes aegypti

Por Odair Cardoso. | 03/08/2018 às 16h04

Terceiro LIRAa de 2018 em Patos de Minas aponta baixo risco de infestação

Foi divulgado nesta sexta-feira (03) pela secretaria municipal de saúde de Patos de Minas, o resultado do terceiro Levantamento Rápido de Índice do Aedes aegypti - LIRAa, de 2018, realizado esta semana entre os dias 31 de julho e 02 de agosto. De acordo com os dados, a infestação é considerada de baixo risco. As informações são do site da prefeitura.

Os trabalhos realizados em todos os bairros da cidade pelas equipes de combate às endemias, fazendo o recolhimento de larvas e pupas para as análises laboratoriais, teve início na terça-feira (31). O resultado foi satisfatório apresentando índice de 0,3, que é considerado baixo risco pela classificação do Ministério da Saúde. Os outros dois levantamentos anteriores apontaram médio risco, com resultados de 2,3 e 2,8.

Segundo as informações, repassadas pela coordenadora do Programa Municipal de Combate a Dengue, Danielle Cristine Nunes, os bairros com maior número de focos do mosquito Aedes aegypti, foram: Centro, Alto Caiçaras e Sebastião Amorim. Outro dado que chama a atenção é que os principais locais dos criadouros, foram tambores, baldes, pratos e vasos de planta, além de pneus. O que significa que apesar das campanhas de conscientização, muita gente continua mantendo recipientes com água parada em casa.

Ainda segundo a secretaria de saúde, com base no resultado serão elaboradas estratégias de trabalho, no intuito de intensificar ações promovendo mutirões, campanhas educativas, e visitas domiciliares, principalmente nos bairros em que houve maior incidência dos focos do mosquito.

Compartilhe através do WhatsApp

Comentários

Os comentários não representam a opinião do portal
e são de responsabilidade do autor


  • Nossa FM
  • NTV
  • Instagram Nossa FM